Depois que o barulho aqui dentro silencia, consigo ter mais autonomia para me ouvir, consigo negociar, consigo me inspirar diante da luz que adentra a fresta mais estreita que reacende meu “eu” interior.

Ao me afastar da negatividade, peço que coisas boas cheguem sem que eu precise viver preocupada com o mal que me desejam.

E, nesse emaranhado de situações, fundamentos e desprendimentos, vou criando mais força para prosseguir meus caminhos. Agradecer é trazer o poder de algo maior para os poros, para o espírito.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

Aprendi que a melhor briga é aquela que pode ser evitada e que há espaço para interceder por mim. Quero meu bem, quero amor-próprio, quero abrir novos compartimentos.

De esperas, já me cansei. Trabalho para que minha casa não se desgaste tanto e que eu não venha a ruir. Sou adepta da paz que não se esmola, da paz que vale a pena permanecer nos dias trabalhados pelas curas do tempo.

Entrego minha gratidão a Deus, ao recebimento de novas intercessões do alto. Estou mais valente e menos dependente.

Estou mais bem preparada, tenho mais inteligência emocional, tenho mais resiliência e desapego. Nem tudo me afeta. Tenho me surpreendido com as coisas que conquistei, graças ao Pai. Obrigada, meu Deus!

  • Conheça o site O Amor