A pesquisa ainda revelou outras coisas sobre a autoestima dos homens brasileiros. Confira!

A autoestima e autoconfiança são qualidades que todos gostaríamos de aprimorar ao máximo. No entanto, podemos achar difícil ficar realmente felizes e satisfeitos com nós mesmos quando vivemos em uma sociedade que sempre nos “convida” a mudar algo em nossa aparência com a promessa de que assim nos sentiremos melhores e seremos muito mais felizes.

Em um mundo onde as cirurgias plásticas no rosto e no corpo estão sendo cada vez mais cobiçadas e colocadas em prática, a aparência daqueles que não podem bancar esses procedimentos acabam se tornando um problema para muitos.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

No entanto, o homem brasileiro está à prova de qualquer tipo de problema com a sua autoestima, pelo menos é o que indica uma pesquisa recente.

Para Revista GQda Globo, recentemente publicou uma matéria em seu site contando que contratou o Instituto Ideia para fazer uma pesquisa sobre a autoestima dos brasileiros, e os resultados foram muito melhores do que a maioria esperava.

Como funcionou a pesquisa

A pesquisa, intitulada “O Que Pensa o Homem Brasileiro”, encomendada pela GQ Brasil ao Instituto Ideia, foi realizada entre os dias 5 e 11 de abril de 2022, e nesse período de tempo ouviu 663 homens de 18 anos ou mais, que vivem em todo o país, com amostra segundo critérios do Censo 2010 e da PNAD 2021.

O intervalo de confiança para essa pesquisa foi classificado como de 95%, enquanto que a margem de erro máxima para o total da amostra é de aproximadamente 2.85 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra.

  • Conheça o site O Amor

Como os dados foram arredondados, a soma dos percentuais pode variar de 99% a 101%. A GQ também pontuou que todos os questionários foram checados para verificação de inconsistências.

janela._taboola = janela._taboola || []; _taboola.push({ mode: “thumbnails-title”, container: “taboola-below-title-widget”, placement: “Below Title Widget”, target_type: “mix” });

Os empolgantes resultados da pesquisa

De acordo com os resultados apurados pelo Instituto, apenas 3% dos homens brasileiros se consideram feios, contra uma porcentagem de 47% de homens que veem a si mesmo como pessoas bonitas. 44% dos entrevistados apontaram que, quando se trata de beleza, estão “na média”, e 6% dos homens preferiram não responder à pesquisa.

Impressionante, mas o amor-próprio do homem brasileiro não para por aí. Quando os pesquisadores lhes perguntaram qual a figura nacional masculina que eles mais admiravam, um total de 7% dos homens entrevistaram responderam “eu mesmo”.

Quando o assunto mudou para a aparência, 13% dos homens responderam que já fizeram cirurgia plástica ou topariam fazer. 9% dos entrevistadas ainda revelaram que já aplicaram botox ou que estariam dispostos a isso.

Em relação à saúde mental, 65% dos homens afirmaram que não se oporiam a fazerem sessões de terapia, e 16% já estava passando por acompanhamento no momento.

Dando um exemplo de autoestima para o resto do mundo, os homens brasileiros que responderam à pesquisa também deram um show de autoconfiança quando o assunto é inteligência. Dos 663 homens ouvidos, um total de 28% afirmou que acredita que ser mais inteligente do que a média. 65% deles se consideram “na média” e aqueles 7% acredita que é inferior nesse quesito.

Existem muitos fatores que podem estar ligados à autoestima dos homens ouvidos pela pesquisa, e com certeza a forma de se vestir é uma delas. Quando questionados sobre os looks que escolhem usar no dia a dia, 69% dos homens responderam que evitam parecer desleixados, 63% fogem de qualquer combinação que pareça brega e 61% afirmaram que não gostam de atrair os olhares para si por conta das roupas.

A pesquisa completa será publicada na edição de maio da GQ Brasila partir da quarta-feira (11).